Your address will show here +12 34 56 78
Sistema Imobiliário

Dimob significa (Declaração das informações sobre atividades imobiliárias) surgiu em 2003 por causa de uma fraude de R$ 1 bilhão entre grandes empresas do ramo de administração de imóveis e construções, com o isso o governo estabeleceu a obrigação em 21 de fevereiro de 2003.

Deve ser entregue via certificado digital, no último dia útil do mês de fevereiro, no ano subsequente ao que se refiram as suas informações. Se essa declaração for entregue com atraso você vai pagar uma multa de R$500,00, mas lembrando que essa declaração só deve ser entregue, se a empresa gerou faturamento. Sem faturamento a entrega é dispensada.

Para que serve DIMOB?

É usado pela receita federal para conferir dados dos contribuintes para a fiscalização do Imposto de Renda. Se esses valores informados não coincidirem com os valores declarados pelo contribuinte beneficiário dos rendimentos, a declaração do IRPF entrará em procedimento de Malha Fina para que sejam sanadas todas as irregularidades. Não sendo corrigida essas informações pelo contribuinte ou pelo declarante da DIMOB, haverá cobrança de IR suplementar com juros e multa. As empresas também podem sofre sanções e cobrança de multa em caso de informação omitida ou inexata.

Com a plataforma imobiliária Apresenta.me você consegue gerar automaticamente esse arquivo dentro do sistema, mas fique atento nas informações de cadastros no dia a dia para não dar erro na hora de gerar esses dados para DIMOB. No final de fevereiro de todos os anos basta você ir em finaceiro, relatórios, gerar arquivo DIMOB e os seus dados serão facilmente compilados e posteriormente poderão ser importados para o Receitanet (DIMOB RFB).

Informações importantes de cadastro:

  • Dados do comprador e vendedor ( Nome completo, CPF)
  • Data dos contratos
  • Endereço completo do imóvel ( Rua, Cep)
  • Valores do imóvel
Ferramente dentro do sistema

0